Facebook

https://www.facebook.com/sabrinapnicola

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Ne me quitte pas...

"Sabrina, pessoas para serem especiais não precisam se exaltar e nem dizer que são, essas qualidades são vistas no olhar de quem verdadeiramente sabe ser especial, especial como você!" (Daniele/2002)

"Sabrina, não tenho palavras para falar de você, você é d+, um abraço" (Calango 2002)

"Sabrina, não tenho muito o que escrever, só quero que você saiba que eu gosto muito de ser sua amiga e que você é muito louca. Que você seja muito feliz e conquiste todos os teus objetivos. Felicidades amiga." (Daiane 2002)

" Procure ter sempre um ideal de vida porque uma mulher sem projetos, sem sonhos, é um ser muito pobre. Lute sempre para realizá-lo ou viver a vida de acordo com o que você acredita.  Seja muito feliz. Um abraço de seu colega." (Jefferson 2002)

"Sabrina, desejo a você toda felicidade no amor e nas amizades" (Noedi 2003)

"Curta sua vida de um jeito que nunca se arrependa porque cada minuto que passa, não volta" (Carlão 2003)

"Sabrina, quero que saiba que eu te amo muito. nunca se esqueça que você é minha irmã favorita, ok?! Também uma madrinha nota 10!!! Eu e o Alisson te adoramos!!! Kisses" (Samanta 2003)

"Sabrina, posso te dizer que apesar de tudo, você é uma pessoa brilhante, que atras dessa estrela existe uma alma fantástica e que nem por isso você deixa de brilhar, este ano foi muito pouco para descobrir como você realmente é, mas espero que algum dia nesse mundo, encontrar você e dizer que valeu a pena ter te conhecido. Não guarde mágoas por mais profundas que elas estejam, ame cada pessoa como você gostaria de ser amada, viva a vida com mais alegria, desfrute cada brisa da manhã como se cada coisa fosse a única e lembre-se daqueles que lembrarão de você!!!" (Elaine 3ºC 2003)


"- Sabe oq eu gosto em você? - O q? - Aqui perto de mim, tem mulher casada que me quer, amiga da minha mãe que me quer, meninas que fazem de tudo comigo na cama... então eu não tenho falta.. mas você além de "fazer" (ou um dia chegar a fazer)... você eh divertida! eu gosto do seu jeito e se um dia rolar mesmo.. sei que vai ser mais prazeroso por ser com vc!" (Bruno por msn 2008)



Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. 
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade e eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências... 
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. 
Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. 
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar. Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida. 
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo. 
Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles. 
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer... 
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!
(Paulo Sant'Ana)

"TU TE TORNAS ETERNAMENTE RESPONSÁVEL POR AQUILO QUE CATIVAS" 
Aos meus amigos, estarei sempre aqui, pensando em vocês e amando-os!

Um comentário:

Tony disse...

Também gosto de Saint-Éxupéry e concordo.
Há um poeta português, José Régio, que escreveu um poema lindo, chamado "Cântico Negro".
Termina assim:

Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou,
Sei que não vou por aí...

Um beijo deste seu amigo do msn.
Tony.