Facebook

https://www.facebook.com/sabrinapnicola

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Mudanças


18 de junho de 2009
07:15 am.
telefone toca:
- Aqui é do "Queiroz Filho" a Sabrina está?
- Sim.
- Ela pode vir substituir uma aula agora?
- Só um minuto... (meu pai me chama e repete o que foi dito)
- Alô?
- Sabrina, você pode vir? mas preciso de você agora!
- Ja to descendo!
Ha cinco semestres venho me preparando para ser 'professora'; a situação em casa não está na melhor fase; são cobranças em cima de cobranças; discussões, desconfianças, desilusões, frustrações, depressão, decepções, falta de diálogo e compreensão.
Hoje, foi o primeiro dia que entrei em sala de aula para lecionar, era uma 6ª série. uma aula só. valeu cada segundo! Estou no caminho certo! Não errei na escolha da minha carreira profissional.
Fim da aula, despeço-me! Vou embora.
Não aguentei, parei numa praça perto da escola, acendi um cigarro, liguei para minha Amiga da faculdade... dividi minha alegria com a primeira pessoa em que pensei e que vêm ajudando-me a cada dia.
Liguei para a Professora Rosana, minha mãe, mas ela havia deixado o celular em casa, meu pai atendeu... - Se eu falar, você não acredita, me deu uma crise de choro... não sei se é alegria ou o que... - Calma pai! Já estou indo pra casa... tchau.
Entusiasmada, fui ao encontro de minha mãe, contente, contei-lhe o ocorrido, que felicidade!
Saí da escola em que minha mãe trabalha, e, dentro do carro liguei para Isa, outra pessoa importantíssima na minha vida, fui ao encontro dela, que me recebeu com um abraço forte de felicidade por mim!
Voltei para minha casa, liguei o computador, atualizei o Orkut > Professora Sabrina < , Coloquei no Twitter, no MSN, no Facebook e agora no Blogger.
17:00 pm Estou em extase pelas coisas começarem a caminhar, afinal, hoje se inicia uma nova fase em minha vida! Ao mesmo tempo... um vazio* assombra meu coração e meus sentimentos... como eu gostaria de ter um homem ao meu lado nesse momento para poder compartilhar essa senssação, um homem, namorado, carinhoso, compreensivo, me apoiando e dizendo que tudo esta bem, e que a partir de agora será melhor ainda...
A falta de carinho, amor, amizade também matam... e nos matam vivos... minhas lágrimas ja secaram, por mais que eu queira... Quando o ser humano não consegue mais derramar 'algumas' lágrimas é porque ele(a) não tem mais esperança de ser cuidado, a pessoa se da conta do teu próprio abandono.
Saah...

Um comentário:

Tony disse...

Olá, minha querida!
Li seu post e fiquei feliz: afinal, você está conseguindo vencer as adversidades e, lutando com empenho, está a conseguir chegar onde quer.
Ser professor é uma enorme responsabilidade.
E saber que você, na sua primeira aula, ficou emocionada é um sinal muito forte da sua competência, do seu amor à profissão.
Lhe desejo as maiores felicidades, lhe quero bem.
Espero que seus sonhos se realizem. Todos eles!
Um beijinho, deste lado do oceano.
Tony.